Get rich or die tryin’, já diria o Couple of Quarters. Em tempos de Eike Batista tirando onda da sua pobreza e de políticos enfiando dinheiro na meia, fico pensando se não é hora de capitalizar em cima de coisas corriqueiras para garantir minha sombra e água fresca no futuro. Tudo, claro, de forma honesta.

Criei então um sistema de multas e indenizações muito simples e breve. E se você já cometeu uma dessas três gafes, pode começar a abrir a carteira.

Categoria: multa
Valor: 500 UFIRs/ hora
Infração: atraso

Eu já estourei a minha quota de gente atrasada faz bem uns 15 anos. Só de lembrar o quanto eu já fiquei plantada em lugares pouco confortáveis, à espera de um atrasildo, na maior calma do mundo – afinal ninguém aqui falou que tinha culhão pra simplesmente sair andando – começo a ter calafrios. Decidi que não preciso mais esperar por ninguém, então agora é assim: atrasou, pagou.

Categoria: indenização
Valor: 100 UFIRs
Infração: confundir minha pinta com sujeira

Eu tenho uma pinta perto da boca que a cada ano fica mais evidente, e eu gosto dela. O lance é que sempre tem alguém pra me olhar e falar “seu rosto tá sujo”. Isso me irrita sobremaneira, e ainda me constrange, visto que eu JÁ APRENDI A COMER CIVILIZADAMENTE faz tempo.

Adendo 1: para Cogu, que chama minha pinta de FURMIGA, a multa é um pouco mais branda.

Adendo 2: cada vez que meu pai me mandar ver uma dermatologista pra retirar essa pinta, ele vai ter que pagar o dobro.

UPDATE: Assim que terminei este post, conversei com meu pai pelo skype. Adivinha o que ele comentou? Exato. Adivinha o que ele está fazendo agora? Transferindo o dinheiro da multa para minha conta.

Categoria: multa
Valor: 10.000 UFIRs (gravíssima)
Infração: confundir meu sobrenome com BAUDUCCO, desavisada ou propositalmente.

Se eu tivesse pensado nisso antes, essa infração já teria me deixado rica faz tempo. Sério, QUAL A GRAÇA em perguntar se eu sou PARENTE DE UM PANETONE? A grafia é completamente diferente, e comparar os sons é de uma babaquice infinita. Eu não saio perguntando se uma pessoa de sobrenome, sei lá, Oliveira sai DANDO AZEITONAS POR AÍ. Então se você já teve esse insight no escurinho do seu quarto e está aguardando para soltar a piada na próxima oportunidade, por favor, pense nas consequências.