Nota-se que este blog anda desanimadinho. Mas, não, não vim aqui pra dizer que acabou. Vim só admitir meu fracasso em tentar fazer algo mais sério do que um “querido diário”.

No começo foi bem, mas aí você se desanima com o tanto de gente fazendo copy-paste, percebe que proposta não dá ibope – ou pior, proposta não é pra qualquer audiência, vide os comentários que eu recebo – e aí dá preguiça. Não, eu não sou gênio nenhum, não é isso. É só preguiça de voltar aos relatórios da vida que geram tantas opiniões não requisitadas e tanto interesse de gente que você nem sabe quem é.

Era pra ser meu Moleskine virtual, mas meus amigos bem sabem o bode que essa classificação me deu. E eu acabei enchendo meu Moleskine de verdade com anotações de trabalho.

Se eu boto um monte de imagens e vídeos, não sou eu escrevendo. Então quando eu tiver mais do que falar (e, principalmente, uma casa para chamar de minha, minha, só minha, sai da minha casa), eu volto e faço bonitinho.

Enquanto isso, vão lá no twitter, que lá eu posto as asneiras condensadas.