Há mais de um mês, meu namorado se mudou para Brasília para fazer mestrado, e um amigo dele ofereceu sua ex-garçonière, a.k.a. Cafofo do João, para que ele morasse. A ideia era que, com uma boa faxina e alguns móveis, o love shack ficasse pronto para morar em questão de dias, e assim o Mano poderia começar as aulas.

Só que, ao visitar o apartamento – quitinete, 12 metros quadrados – percebemos que ia levar bem mais que dias para deixar tudo morável, que dirá bonito. Encaramos o desafio e começamos as obras.

Para que o cafofo não parecesse tão diminuto, o primeiro passo foi pintar a parede dos fundos de um tom mais escuro. O Mano escolheu um bege-acinzentado, para não enjoar logo na primeira semana.

"de pincel na mão, eu vivo passando tinta..."

de pincel na mão, eu vivo passando tinta...

Aí foi a vez de descobrir que o banheiro precisava de muito mais que só uma pia com gabinete. Trocaram a pia, a torneira, a privada (que estava com a louça ali para quebrar) e o chuveiro, além de ter que chamar um eletricista para trocar a fiação do interruptor, que era feita do mais puro GATO.

amiga, você usaria esse banheiro?

amiga, você usaria esse banheiro?

Comprados os móveis, o Mano já estava com a ideia de fazer um balcão para dividir o ambiente. Fomos atrás de chapas de MDF e encontramos uma com uma textura bem legal, de vários tons de madeira. A cama foi outra produção d’O Príncipe da Bricolagem. Com quatro tábuas de dois metros de pinus e mais algumas menores, ele fez uma cama baixa e com espaço para guardar coisas nas divisórias de baixo.

Por fim, completamos com prateleiras, uma cortina verde embaixo da pia, persiana, ventilador de teto, acessórios de banheiro, etc.

O lugar que outrora deixou meninas de bexiga cheia e pele acinzentada pela poeira, hoje é digno de Apartment Therapy. Mais fotos logo abaixo.

dsc00500 dsc00498 dsc00502

a maravilhosa cozinha

a maravilhosa cozinha

so feio, so lindo

so feio, so lindo