venusgalinhaForma atual: Cruzamento de Vênus Paleolítica com Galinha Chacoalhada
Fase 5: Feedback

Depois de três meses de treinos quase-diários, chegou a hora de ouvir o que a avaliadora tinha a dizer. Então antes eu vou dar uma breve explicação da divisão hierárquica da academia.
Na menor casta, temos a estagiária – uma mocinha boazinha, de olhar bovino, que explica cada exercício bem didaticamente. Logo acima, vem a professora, que é uma espécie de mãe: motivadora, ela corrige os movimentos e dá broncas quando necessário.
No topo de tudo, temos a Diaba do Olho Verde. Diaba é senhora da guerra, Diaba é senhora da demanda. Quando Diaba chega, é Diaba quem manda. Pois então, puseram dona Diaba para me avaliar.
Depois de tirar todas as medidas, a boa notícia é que eu tinha perdido centímetros no tórax – uma região importantíssima quando se quer deixar de ser um pote de geleca. De resto, ou aumentei ou mantive as medidas. Oh, frustração!
E isso foi o suficiente para Diaba me encarar com seus olhos verdes-fosforescentes e dizer: “Acabou a mamata!”. Resumindo, todas as minhas cargas aumentaram, o ritmo agora é frenético e os movimentos, aeróbicos. Nada de ficar dando pulinho no jump como uma velha cheia de artrite, agora tem que macetar o aparelho. As séries extra viraram sessões de suplício ao vivo. Eu, que entro muda e saio calada do treino, agora solto uns “to morrendo” para a professora, esperando por um olhar piedoso.
Mas tudo bem, uma hora eu acostumo com tudo isso. Tipo, daqui uns três anos.

E a covinha do quadril, bem, era uma covinha de gordura, como pudemos notar.