Ele entrou com as compras, deixou as sacolas na pia e pegou a farmacinha. Quando vi, ele estava separando blisters de remédios em cada compartimento: paracetamol para as dores-de-cabeça constantes, dorflex para o japonês viciado, epocler prás remosidades, sal de fruta idem, coristina bro dariz. Era sua contribuição com a casa nova.
Existe coisa mais doce?