Luiz Menezes, 28 anos, irmão de Manoela Fiães, dono deste site aqui, um contestador nato. Mentira, ele só quer manter sua dose de sarcasmo a altos níveis, pensando na saúde daqui alguns anos. Morador do Rio de Janeiro, ele sonha com o dia em que terá muito dinheiro e andará de zebra pelas ruas de São Conrado.


– Cês têm é INVEJA.

1 – Primeiro de tudo, por que seu e-mail tem XIZINHOS antes e depois do seu nome? É apelido da época do fotolog?

Não mesmo, eu tenho uma vergonha titânica dos meus tempos de usuário do fotolog. Não que eu posasse com cara de coitado ou fizesse poses sensuais no banheiro, mas a idéia de ficar documentando cada episódio corriqueiro da minha vida e sublinha-los com uma legenda óbvia me faz querer esconder a cabeça na areia. Os xis entre o nome é porque eu sou straightedge e, acredite, isso é incrivelmente popular entre a minha turma.

2 – O que você anotaria no seu Moleskine?

Anotar? Precisa escrever no Moleskine? Nossa, pelo preço que eles custam eu achei que você ditasse a primeira letra e o caderno fizesse o resto sozinho. Mas não sei, acho que anotaria algo tipo “revelar fotos da minha Lomo para a aula de desenho industrial na FAAP”.

3 – Quando crescer, qual personagem carioca você quer ser?

Nelson Motta. Não O Nelson Motta, o que implicaria em fazer músicas com o Lulu Santos, impulsionar a carreira da Marisa Monte e comer a Constanza Pascolatto, mas aquele tipo de carioca bon vivant que ganha rios de dinheiro contando histórias sobre sua vida e seu grupo de amigos.

4 – O Luiz esconde o Menezes ou o Menezes esconde um Luiz?

Ambos escondem um Octávio (reparem bem que não é Otávio, é OC-távio). A razão disso é que anos e anos sendo apelidado de Luiz Otário e Luiz Oitavo me deixarem seriamente traumatizado. Cheguei a pensar em mudar meu nome para Zabelê ou Riroca.

5 – Deixe uma mensagem orkutiana para seu séquito de fãs, que acompanhou cada minuto desta longa entrevista.

Uma mensagem orkutiana tipo “@#%$***Pooww karas, valew msm wëy!!! Amei d++++ BRIGADUUUU migoows “, ou pode ser só “Obrigado Bia, você é ótima. Leiam meu blog, eu preciso desesperadamente de atenção”?