Um amigo te indicou um livro. Você procurou por muito tempo e comprou a versão em inglês, querendo o máximo de fidelidade. Você leu o livro obsessivamente, chegando a quase descolar as retinas ao tentar ler no ônibus em movimento. Você chegou perto do fim numa ânsia cada vez maior de terminá-lo, para finalmente ver o filme.
Aí você terminou. E, como é de praxe, foi fazer as considerações finais com o tal amigo. E é então que você percebe que você ENTENDEU O FINAL ERRADO.
Não é a primeira vez que isso me acontece, e nem vai ser a última.
É tanta frustração…