Terminei de ler O Apanhador no Campo de Centeio, ontem, pela segunda vez. Quando eu li pela primeira vez, tinha acabado de entrar na faculdade, ainda não sabia todas as manhas do inglês, não conhecia Nova York e tinha um sério problema de concentração. Ou seja, acabou o livro e eu fiquei com aquela cara de “q”. Prá piorar, um amigo deprezíssimo veio me dizer uma interpretação do final que não fazia o menor sentido. *spoiler* Prá mim, o Holden tava com gripe *spoiler*.
Mas então, aí comprei, reli, tomei meu floral da atenção e tudo fez sentido. Rendeu até uma tristezinha, que virou ataque de fibromialgia, que culminou numa insônia fudida, mas valeu.
E eu sempre gostei de ler, mas nunca fui daquelas pessoas “ai, meu, nossa, eu leio horrores, meu”, só que agora ando tendo uns surtos literários. Vou aproveitar o embalo do floral e terminar Even The Cowgirls Get The Blues.