Baixei o 12 Shades of Brown, do Junior Brown. Ouvi esse álbum a primeira vez varrendo o chão da cozinha de meus hospedeiros hermanos, em Buenos Aires, e quase morri com a letra de “Don’t Sell The Farm”. Como diz meu pai, escolado em fugir de temas tristes, “musiquinha lazarenta”.
Perfeito para aqueles momentos em que se quer enfiar uma gillette enferrujada em cada punho. Ei, isso é bom!