Ok, fui de Scariot na festa, e foi a melhor festa do ano. Mesmo sem poder beber. Tem coisas que estão no sangue, né, gente?

byale.jpg

– Ao chegar, fomos chamadas de Kiss por 78% da população infernal. Porém, em certo ponto da festa, um trio nos reconheceu e isso fez nossa noite. Longa vida aos blackmetaleiros que por ventura aparecem nos lugares.
– A zona é nórdica, a chapa é fria e a parada é mil grau negativo, certo?
– Aliás, nosso plano era baixar na Feira Escandinava assim que saíssemos da festa. Sei lá, comprar um bacalhau e encontrar nossos manos Noruegueses.
– Apesar de acharmos que estavamos assinando nosso atestado de celibato pelo resto da vida, Cogu foi a primeira a perder a maquiagem. Já eu e Estela só fugimos dos blackmetaleiros. Eles, de fato, curtem um make branco.
– Agora entendi porque as pessoas do teatro fedem. Pasta d’água, minha gente, não é prá qualquer tez.

Minha garganta foi destruída pelos grunhidos. Ghaaaaah!